Relações.com: antigas e novas instituições no processo da constituição identitária dos jovens contemporâneos

Cirlene Cristina de Sousa

Resumo


Viver é uma atividade humana que se processa sempre
em mútua afetação entre a sociedade e os seus indivíduos.
Nestas afetações vão se encaixando especificidades de
lugares, de tempos e de produções materiais e simbólicas.
Tal processo é também constituidor de relações
aproximativas e/ou distanciadas entre antigas e novas
instituições e os indivíduos. Neste artigo, buscamos
compreender como se processam as intersecções entre
as interações juvenis – conformadas na ambiência de
uma nova instituição social, a mídia – e as instituições
tradicionais como família e escola. Para tanto, analisamos
o site de rede social Facebook de duas jovens brasileiras
estudantes do Ensino Médio.


Palavras-chave


instituições; mídia; redes sociais; jovens-alunas

Texto Completo:

PDF

Referências


Barichello, E. M. R. & Daiane, S. [2007] “Apontamentos sobre a construção da visibilidade das instituições na internet a partir de um cenário da midiatização da

sociedade”, in. E-Compós. Porto Alegre, Sulina, pp.1-15. http://www.compos.org.br/seer/index.php/e-compos/article/viewFile/207/208 [acedido em 17 de agosto de

.

Braga, J. L. [2010]. “Comunicação é aquilo que transforma Linguagens”. ALCEU, 20 [10] , pp. 41- 54.

Braga, J. L (2007). “Mediatização como processo interacional de referência”, in Médola, Ana Sílvia, D. C. ande Araújo, F. B. Imagem, Visibilidade e Cultura

Midiática. Livro da XV Compós. Porto Alegre, Sulina.

Certeau, M. De. [2006]. A escrita da história. Tradução de Maria de Lourdes Menezes. Rio de Janeiro, Forense.

Dubet, F.[2006]. El declive de la instituición: profesiones, sujetos e individuos em la modernidad. Barcelona: Editorial Gedisa.

Melucci, A [2004]. O jogo do eu: a mudança de si em uma sociedade global. São Leopoldo/RS: Edt. Unisinos.

Setton, M. G. [2002]. “Família, escola e mídia: um campo com novas configurações”. Educação e Pesquisa. São Paulo, 28 [1] pp. 107-116.

Silverstone, Roger [2002]. Por que estudar a mídia? São Paulo: Loyola.