A Comunicação como Experiência e como Vivência – alguns apontamentos a pretexto de W. Benjamin

Samuel Mateus

Resumo


O indivíduo que experiencia é um sujeito que se ensaia,
que se forma, que se exercita, que se experimenta
(experimentum). Os Essais de Montagne dizem-no. A
vida como ensaio.
É tendo em conta esta dimensão de experimentação,
de exposição ao mundo e ao outro, que a experiência
se torna uma conceito que se insere num paradigma
comunicacional. Se a experiência for tida como um
encontro com o mundo, então ela é necessariamente
perspectivada em conjugação com a comunicação uma
vez que é a ela que devemos a possibilidade de partilhar,
adoptar (e ultrapassar) as fronteiras ou os quadros de
sentido que fundam a experiência.
Nas sociedades contemporâneas, uma parte substancial
do movimento comunicativo é realizado de forma
mediatizada. Como entender, então, o efeito da
mediatização da comunicação ao nível da experiência?
Tendo como ponto de partida as meditações de Walter
Benjamin, expostas fragmentariamente ao longo da sua
obra, em torno da Erfahrung e da Erlebnis, e da sua
dicotomização entre uma experiência autêntica e uma
experiência inautêntica, propomo-nos refletir sobre a
comunicação e a sua mediatização. E procuramos pistas
que nos elucidem em que medida a ubiquidade dos media
afeta a riqueza da experiência comunicativa.


Palavras-chave


experiência e comunicação;Erfährung; Erlebnis; Walter Benjamin; filosofia da comunicação

Texto Completo:

PDF

Referências


Adorno, T. W., Horkheimer, M. (1944) Dialectic of Enlightenment, Stanford, Stanford University Press, 2002

Benjamin, W. (1992), Sobre Arte, Técnica, Linguagem e Política, Lisboa, Relógio d’Água

Benjamin, W. (1996) “Experience”, In Walter Benjamin Selected Writings- Volume 1 (1913-1926), ed. Howard

Eiland & Michael W. Jennings, Harvard, Harvard University Press

Benjamin, W. (1999), On Some Motives in Baudelaire, Walter Benjamin Selected Writings, Volume 4 (1938-1940), ed. Howard Eiland & Michael W. Jennings,

Cambridge, MA., & London: Harvard University Press, 1991–1999.

Benjamin, W. (1999 a), “Experience and Poverty”, In Walter Benjamin Selected Writings- Volume 2 (1927-1932), ed. Howard Eiland & Michael W. Jennings

Cambridge, Massachussets and London, Cambridge, MA., & London: Harvard University Press

Lacoue-Labarthe, Phillipe (1986), La Poésie comme Expérience, Paris, Christian Bourgois Éditeur

Lima, F., Magalhães S (2010), “Modernidade e Declínio da Experiência em Walter Benjamin”, Acta Scientiarum. Human and Social Sciences, vol.32, nº2, p. 147-155

Rodrigues, A.D. (2011), O Paradigma Comunicacional, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian