O Livro na passagem de “Átomos” a “Bits”: As tecnologias digitais no contexto do livro eletrónico

Ricardo Pereira Rodrigues

Resumo


As Tecnologias de Informação e Comunicação colocam
em debate o modo de pensar e olhar o livro tradicional
e originam novas materialidades para o texto e novas
formas, espaços e géneros de leitura. A revolução
originada por Gutenberg democratizou o acesso ao
livro tradicional, alterando os processos de acesso ao
conhecimento. As tecnologias eletrónicas trouxeram
consigo uma nova revolução, virtualizando o acesso
aos textos que alteraram a paisagem da cultura clássica
do livro. Recorrendo à ideia original do investigador
Nicholas Negroponte, pretende-se realizar uma análise
das alterações que o livro sofreu, enquanto objeto
de suporte ao texto, na sua passagem para contextos
digitais ou na passagem de “átomos” para “bits”.


Palavras-chave


livro; ebook; livro eletrónico; tecnologias de informação e comunicação; interfaces

Texto Completo:

PDF

Referências


Babo, M. A. (1993). A Escrita do Livro, Lisboa, Vega.

Bastien, C. and Scapin, D. (1991). A Validation of Ergonomic Criteria for the Evaluation of User Interfaces. ACM SIGCHI Bulletin, 23(4), pp. 54-55.

Bolter, J. D. and Grusin, Richard (2000). Remediation: Understanding New Media. Cambridge, The MIT Press.

Furtado, José Afonso (1955). O Livro. Lisboa, Difusão Cultural.

Furtado, J. A. (2007). O Papel e o Pixel. Do Impresso ao Digital: Continuidades e Transformações. Lisboa, Ariadne Editora.

Gilutz, S. and Nielsen, J. (2002) Usability Websites for Children: 70 Design Guidelines. Nielsen Norman Group.

Lévy, P. (1990). As Tecnologias da Inteligência. O Futuro do Pensamento na Era Informática. Lisboa, Instituto Piaget.

Negroponte, N. (1996). Ser Digital. Lisboa, Editorial Caminho.

McLuhan, M. (1968) “Aula Sem Paredes”, in Carpenter, E. e McLuhan, M (orgs.) Revolução na Comunicação. Rio de Janeiro, Zahar Editores, pp.17-20.

McLuhan, M. (1977). A Galáxia de Gutenberg: a formação do homem tipográfico. 2ª ed. São Paulo, Companhia Editora Nacional.

Ribeiro, N. (2004). Multimédia e Tecnologias Interactivas. Lisboa, FCA - Tecnologias de Informação.

Scolari, Carlos (2008). Hipermediaciones. Elementos para una Teoría de la Comunicación Digital Interactiva. Barcelona, Gedisa Editorial.