Marketing digital no setor hoteleiro: o que as páginas web dizem dos hotéis portuenses

Andreia Teixeira, Mª João Branco, Mª João Branco, Ivone Ferreira, Ivone Ferreira, José Nuno Azevedo, José Nuno Azevedo

Resumo


O objetivo deste estudo é teorizar sobre a importância do
marketing digital no setor hoteleiro, aferindo o contributo
da Internet e das suas ferramentas, nomeadamente, sites,
e-mail, redes sociais e blogs na promoção e dinamização
de um hotel. De forma a medir os efeitos práticos, as
vantagens e a aplicabilidade destas ferramentas, foram
analisados os sites dos hotéis de duas a cinco estrelas do
centro histórico da cidade do Porto. Nesta análise são
incluídos aspetos como a navegabilidade, comunicação,
conteúdos e oferta de serviços online. Concluiu-se que
há já um forte esforço de implementação desta forma
emergente de marketing, por parte dos hotéis em análise.
A maioria das unidades de alojamento possibilita a
compra online dos seus produtos, aposta na comunicação
integrada de marketing através da apresentação da
missão e valores no site, comunica as suas facilidades
de forma completa, tem o site traduzido para diversos
idiomas, incluíndo os correspondentes aos mercados de
procura emergentes, possuem uma galeria fotográfica e
conteúdos de índole externa. Como principais parâmetros
a serem melhorados, salienta-se a inexistência de campos
para pesquisa, lacunas na explicitação de políticas de
reserva e cancelamento e ausência de vídeos e blogs.
Constatou-se ainda, que pouco mais de metade dos hotéis
analisados estão inseridos nas redes sociais, com maior
incidência no Facebook.


Palavras-chave


marketing digital; turismo; hotelaria; Porto

Texto Completo:

PDF

Referências


Grönroos, C. (2004). Marketing: gerenciamento e serviços. Rio de Janeiro, Elsevier.

Kotler, P., Bowen J. e Makens J. (1996). Marketing for Hospitality and Tourism. New Jersey, Prentice Hall.

Faria, D., Rodrigues, J., Faria, H., Canhoto, R. e Nunes, R. (2011). b-Mercator. Lisboa, Publicações Dom Quixote, 2ª Edição.

Sharp, L. (2001). Positive response action: the ultimate goal of website communication. Journal of Communication Management, 6(1), pp. 41-52.

Souza, F. (2010). Marketing trends: As mais importantes tendências do Marketing para os próximos anos. Academia Brasileira de Marketing. M. Books Editora.

Poepsel, M. (2010). Why hotel website performance matters and why it’s so challenging. [e-book] Disponível em http://www.hotelmarketing.com/index.php/content/article/why_hotel_website_performance_matters_-_and_why_its_so_challenging/ [acedido a 25 de março de 2013].

Plano Estratégico Nacional de Turismo. Disponível em http://www.turismodeportugal.pt/Portugu%C3%AAs/turismodeportugal/publicacoes/Documents/PENT%202007.pdf [acedido a 16 de março de 2013].

Rublescki, A. (2009). Webmarketing e cibercliente: o marketing em tempos de de “4P’s + 2D’s + 4C’s”. [e-book] Disponível em http://www.bocc.ubi.pt/pag/rublesckianelise-webmarketing-cibercliente.pdf [acedido a 25 de março de 2013].