As questões de género na perceção das competências para o uso de tecnologias da comunicação: um estudo sobre os alunos do ensino superior público português

Nídia Salomé Morais, Fernando Ramos

Resumo


A investigação apresentada neste artigo teve como
principal objetivo contribuir para uma compreensão mais
alargada do uso que os estudantes do Ensino Superior
Público Português (ESPP) fazem das Tecnologias
da Comunicação (TC) para suporte à aprendizagem.
Especificamente, procurou-se estudar a influência do
género neste contexto e, no âmbito do presente artigo,
apresenta-se parte da fundamentação teórica que
sustenta o estudo, os objetivos e as opções metodológicas,
bem como alguns dos resultados obtidos, em particular os
que dizem respeito às diferenças de género na perceção
das competências para o uso de TC para suporte à
aprendizagem. Os resultados obtidos indicam que a
maioria dos estudantes classifica as suas competências
como sendo boas ou muito boas e, no que se refere à
influência do género, os testes estatísticos sugerem
a existência de diferenças significativas entre o sexo
masculino e o sexo feminino na perceção das suas
competências para o uso de TC.


Palavras-chave


tecnologias da comunicação; género; competências; estudantes; ensino superior

Texto Completo:

PDF

Referências


Bonanno, P. & Kommers, P. (2008). Exploring the influence of gender and gaming competence on attitudes towards using instructional games. British Journal of Educational Technology, 39 (1), pp. 97-109.

Chou, C., Wu, H.-C. & Chen, C.-H. (2011). Re-visiting college students’ attitudes toward the Internet-based on a 6-T model: Gender and grade level difference. Computers & Education, 56, pp. 939-947.

Coutinho. C. (2011). Metodologia de Investigação em Ciências Sociais e Humanas: teoria e prática. Coimbra: Edições Almedina.

Gil-Juarez, A., Vitores, A., Feliu, J. & Vall-Llovera, M. (2011). Brecha digital de género: una revisión y una propuesta. Teoría de la Educación – Educación y Cultura en la Sociedade de la Informácion - TESI, 12 (2), 2011, pp. 25-53.

Gras-Velazquez, A., Joyce, A. & Debry, M. (2009). WHITE PAPER Women and ICT Why are girls still not attracted to ICT studies and careers? http://blog.eun.org/insightblog/upload/Women_and_ICT_FINAL.pdf (Acedido a 13 de março de 2011)

Guo, R. (2006). ICT literacy in teacher education: a case study of the University of British Columbia. Tese de Doutoramento. Vancouver: University of British Columbia.

Hosein, A., Ramanau, R. & Jones, C. (2010). Learning and living technologies: a longitudinal study of first-year students’ frequency and competence in the use of ICT. Learning, Media and Technology, 35 (4), pp. 403-418.

Liu, E. & Chang, Y. (2010). Gender differences in usage, satisfaction, self-efficacy and performance of blogging. British Journal of Educational Technology, 41(3), pp. 39-43.

Madigan, E., Goodfellow, M. & Stone, J. (2007). Gender, Perceptions, and Reality: Technological Literacy Among First-Year Students. In Proceedings of the 38th SIGCSE Technical Symposium on Computer Science Education. Covington, KY, pp. 410-414.

Meelissen, M. & Drent, M. (2008). Gender differences in computer attitudes: does the school matter? Computers in Human Behavior 24 (2008), pp. 969-985.

Morais, N. (2012). O género e o uso das tecnologias da comunicação no ensino superior público português: as questões de género na perceção e avaliação das tecnologias da comunicação usadas para suporte à aprendizagem. Tese de Doutoramento. Universidade de Aveiro.

Nanu, E. & Scheau, I. (2011). Gender differences in computer self-efficacy at college students. In Chova, L., Torres, I. & Martínez, A. (ed.), Proceedings of INTED2011 - International Conference on Technology, Education and Development, Valencia, Espanha. pp. 4951-4954.

Sieverding, M. & Koch, S. (2009). (Self-)Evaluation of computer competence: How gender matters. Computers & Education, 52 (2009), pp. 696-701.

Tømte, C. (2008). ‘Return to gender’: Gender, ICT and Education. Background paper of OECD Expert meeting hosted by the Norwegian Ministry of

Education and Research. http://www.oecd.org/dataoecd/41/42/40834253.pdf (Acedido a 12 de fevereiro de 2009].

Tsai, M-J. & Tsai C.-C. (2010). Junior high school students’ Internet usage and self-efficacy: A re-examination of the gender gap. Computers & Education, 54 (2010), pp. 1182-1192.