Estratégias de internacionalização de uma empresa do sector agroalimentar português: a Fabridoce

Carla Quinteles, Rosa Lídia Coimbra

Resumo


Este artigo pretende apresentar o Estágio Curricular na Oficina do Doce (Fabridoce) no
âmbito do Mestrado em Línguas e Relações Empresariais.
O artigo apresenta a indústria agroalimentar em Portugal e na Europa. De seguida procede-se à
caraterização e descrição da entidade de acolhimento e posteriormente são descritas as atividades
desenvolvidas ao longo do Estágio. A parte final do artigo contém uma reflexão global acerca do
trabalho desenvolvido durante os cinco meses de tirocínio, nomeadamente a importância das línguas
estrangeiras para a internacionalização de produtos e marcas portuguesas.


Palavras-chave


setor agroalimentar; produtos tradicionais; Ovos Moles de Aveiro IGP; Doçaria Conventual Portuguesa; exportação; internacionalização

Texto Completo:

PDF

Referências


Aicep (2013), «Fabridoce – Doces regionais avançam no mercado externo», Portugalglobal. URL: http://www.revista.portugalglobal.pt/AICEP/PortugalGlobal/revista53/?Page=28. [Acesso em 9-02-2015].

Aicep (2014), «Agroalimentar cresce e dá cartas na exportação», Portugalglobal. URL: http://www.portugalglobal.pt/PT/PortugalNews/Documents/Revistas_PDFs/Portugalglobal_n62.pdf. [Acesso em 9-02-2015].

Fabridoce [s.d.]. URL: http://www.fabridoce.pt/#/fabridoce/?langid=1. [Acesso em 09-02/-2015].

— [s.d.], «Perfil empresarial da Fabridoce», Apresentação em PowerPoint facultado pela Fabridoce.

FIPA (2014). URL: http://www.fipa.pt/pdf/1415978457FN1214.pdf. [Acesso em 30-02-2015].

— [s.d.]. URL: http://www.fipa.pt/fipa/fipa.php?tema=1. [Acesso em 01-02‑2015].

Fonseca, T. (2011), Implementação dos Sistemas de Segurança Alimentar ISO 22000 e HACCP. Dissertação de Mestrado. Aveiro: Universidade de Aveiro.

URL: http://ria.ua.pt/bitstream/10773/7340/1/Tese%20mestrado%20completa.pdf. [Acesso em 19-02-2015].

INE (2007), Classificação Portuguesa das atividades económicas. URL: https://www.ine.pt/ine_novidades/semin/cae/CAE_REV_3.pdf. [Acesso em 10-02-2015].

— (2013), Estatísticas do Comércio 2013. URL: https://www.google.pt/#q=estat%C3%ADsticas+do+com%C3%A9rcio+2013. [Acesso em 12-02-2015].

Magalh ães, L. (2012), Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares – Enquadramento macroeconómico da indústria Agro-Alimentar em Portugal.

URL: http://www.anilact.pt/documentos/deloitte001.pdf. [Acesso em 01-02-2015].

Portugal Foods (2012-2017), «Estratégia de internacionalização do setor agro-alimentar 2012-2017», Portugal excepcional. URL: http://www.gpp.pt/GlobalAgriMar/estrategias/Docs/BOOKPortugalExcepcionalAgroAlimentarInternacional.pdf. [Acesso em 01-02-2015].

Portugal Foods [s.d.]. URL: http://www.portugalfoods.org/quem-somos. [Acesso em 02-02-2015].

Santiago , A. (2011), Introdução da Norma IFS Alimentar no Processo de Fabrico, Embalamento, Armazenagem e Expedição dos Fios de Ovos. Dissertação de Mestrado em Tecnologia e Segurança Alimentar. Lisboa: Universidade Nova

de Lisboa. URL: http://run.unl.pt/bitstream/10362/6808/1/Santiago_2011.pdf. [Acesso em 28-02-2015].

SGS (2013), «Fabridoce sedimenta internacionalização com Certificação Internacional atribuída pela SGS». URL: http://www.sgs.pt/pt-pt/Local/Portugal/News-and-Press-Releases/2013/01/Fabridoce.aspx. [Acesso em

-02-2015].

SISAB (2014). URL: http://www.sisab.org/website/pt/noticias.php. [Acesso em 01-05-2015].

Tavares , L. (2011), Aumento da Produtividade na Indústria Alimentar Kaizen Institute. Dissertação de Mestrado em Engenharia Industrial e Gestão. Porto: Universidade do Porto. URL: http://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/61347/1/000148941.pdf. [Acesso em 28-02-2015].

Vieira, G. / Dias, V. / Carvalho , J. (2013), «Inventar mantendo a tradição», Revista Executive Digest. URL: http://fabridoce.pt/ftp/ExecutiveDigestMai2013.pdf. [Acesso em 12-02-2015].