Individuação, performance e improvisação no jazz: proposta exploratória

Sérgio R. de G. Lima

Resumo


A prática da improvisação demanda respostas em tempo “real” a inúmeros
acontecimentos que emergem da intensidade dos processos generativos em jogo. Durante a
improvisação, a escuta é técnica fulcral para a elaboração da reação do músico e se configura no
próprio ato performativo. As habilidades de emitir e modelar-se por meio das respostas
instantâneas são características identificadoras do performer, e exigem ativação permanente de
um modo de atenção sensível, e da subjetivação. Para o filósofo francês Gilbert Simondon, no
sistema indivíduo-mediação-mundo, ocorrem simultaneamente os processos de individuação
singular e coletiva, esta última denominada transindividuação. Proponho que a escuta também é
sistema em individuação. Seja como comportamento, técnica ou pensamento, ela é uma das
características primordiais da subjetividade do artista. A partir deste enfoque, analiso uma
entrevista com um músico profissional e apresento resultados que sinalizam a viabilidade deste
marco teórico para o estudo sobre o sistema músico-mediação-mundo e a relação de mutualidade
entre suas individuações.


Palavras-chave


escuta; individuação; improvisação; performance de jazz

Texto Completo:

PDF

Referências


Barthélémy, Jean-Hugues (2016) “Glossaire Simondon: les 50 grandes entrées dans l’oeuvre”. Appareil 16/2015. http://appareil.revues.org/2253 [consultado a 11/2/2016]

Ferraz, Gustavo (2012) “Arte e percepção: as contribuições de Simondon para pensar o alcance político da experimentação sensível”. Informática na educação: teoria e prática,

(1): 115-129.

Simondon, Gilbert (2003) “A Gênese do indivíduo” in Pelbart, Peter e Costa, Rogério (eds) Medeiros, Ivana (trad) O reencantamento do concreto. Cadernos de subjetividade. São

Paulo: Hucitec (98-117)

______________ (2006) Cours sur la perception (1964-1965). Chatou: Les Editions de la Transparence.

______________ (2007) L'individuation psychique et collective : à la lumière des notions de forme, information, potentiel et métastabilité. Paris: Aubier.

______________ (2012) Du mode d’existence des objets techniques. Paris: Aubier.

______________ (2014) Sur la technique (1953-1983). Paris: Presses Universitaires de France.

Turino, Thomas (2008) Music as social life, the politics of participation. Chicago: University of Chicago Press.

Weger, Harry et al. (2014). “The Relative Effectiveness of Active Listening in Initial Interactions”. International Journal of Listening, 28(1): 13–31.

doi:10.1080/10904018.2013.813234

Winthrop-Young, Geoffrey (2013). “Cultural Techniques: Preliminary Remarks”. Theory, Culture & Society, 30(6), 3-19




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.