Processos de construção da cultura em Penha Garcia: estudo sobre Catarina Sargenta, um ícone da música de matriz rural

António Ventura

Resumo


Catarina Sargenta (1913-2003) é um ícone de Penha Garcia. Em 2005 foi erigido
um monumento a esta adufeira cuja voz e “toque no adufe” foram registados por sucessivos
etnógrafos desde o início dos anos 1960. “Pastora”, “tecedeira”, “trabalhadora rural”, “semiletrada”,
segundo o inquérito feito por Giacometti em 1970, conquistou visibilidade à escala
nacional através dos media. Atualmente, em 2015, os registos da sua voz e “toque” do adufe
disponíveis no Youtube têm um número de visualizações muito superior ao número de
habitantes da aldeia de Penha Garcia, testemunhando exemplarmente o alcance e o impacte
da sua voz.
Este estudo etnomusicológico sobre a cantadeira e adufeira Catarina Sargenta tem como
objetivos contribuir para o conhecimento do papel da etnografia musical na construção de
ícones da música de matriz rural em Portugal; conhecer o percurso de vida de Catarina
Sargenta e perceber como, no século XXI, tradições musicais de matriz rural objetificadas
(Handler 1988) por sucessivos etnógrafos constroem o lugar de Penha Garcia. A
investigação sustenta-se em pesquisa arquivística e bibliográfica e em trabalho de campo, o
qual incluiu a realização de entrevistas a pessoas que conviveram com a adufeira e a
observação de eventos.


Palavras-chave


etnografia; Catarina Sargenta; Penha Garcia; etnomusicologia

Texto Completo:

PDF

Referências


Barriga, Maria José (2003) Cante ao Baldão. Lisboa: Edições Colibri.

Castelo-Branco, Salwa El-Shawan. Toscano, Maria Manuela (1988) “In Search of a Lost World: Documentation and Research on Traditional Music in Portugal,” Yearbook for Traditional Music, 20.

Frith, Simon (2000) “The Discourse of World Music” in Born, Georgina and Hesmondhalgh, David (eds) Western Music and Its Others. Berkeley and Los Angeles: University of California Press.

Handler, Richard (1988) Nationalism and the Politics of Culture in Quebec. Madison: University of Wisconsin Press.

Nettl, Bruno (2005) The study of ethnomusicology: Thirty-one issues and concepts. Urbana, IL: University of Illinois Press.

Pestana, Maria do Rosário (2012) Armando Leça e a Música Portuguesa (1910-1940). Lisboa: Tinta-da-China.

Pinho, Flávio (2011) Cancioneiro Musical de Penha Garcia. Coimbra: Palimage.

Vasconcelos, João (1997) “Tempos remotos: A presença do passado na ‘objectificação’ da cultura local”. Etnográfica: Revista do Centro de Estudos de Antropologia Social, 2: 213-235.




Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.