Bandas marciais: ensino coletivo nas escolas de tempo integral da cidade de Goiânia-Goiás-Brasil

Aurélio Nogueira de Sousa

Resumo


No Brasil, as bandas escolares são verdadeiros centros responsáveis pela formação, principalmente a inicial, de instrumentistas que compõem o cenário de instituições de ensino de música, bandas profissionais e orquestras. Em Goiânia, cidade próxima a Brasília, capital do país, são contabilizadas trinta e cinco bandas escolares, sendo que aquelas residentes em escola de tempo integral chegam a possuir duzentos alunos em cada banda, de faixa etária entre onze e dezessete anos de idade. Estas bandas contam com um quadro de professores de música divididos por categorias de instrumento, que são: trompete, trombone, tuba, trompa, euphonium, percussão e comissão de frente (corpo coreográfico). O ensino coletivo é desenvolvido por naipes e cada professor é responsável por seu instrumento. Isto posto, visando investigar a aplicabilidade dos métodos de ensino coletivo para bandas escolares na cidade de Goiânia, este artigo, que é parte de uma pesquisa em andamento, busca analisar a pertinência do material didático utilizado pelos docentes em suas respectivas bandas escolares. O recorte da pesquisa está direcionado para a análise das bandas marciais de dez escolas de tempo integral da cidade de Goiânia e o procedimento metodológico adota as seguintes ações: revisão de literatura, levantamento e análise de materiais didáticos, tais como métodos de ensino coletivo de bandas, estratégias para aulas coletivas e planejamento didático com uso de exercícios propostos pelos professores. Como a pesquisa ainda se encontra na fase de revisão de literatura sobre a abordagem coletiva de ensino de instrumentos musicais, a base teórica está firmada, até o presente nos autores que discutem a realidade social e a vivência do ensino coletivo em bandas escolares no Brasil, EUA e Europa. Os resultados obtidos até o momento indicam diferentes metodologias utilizadas nas bandas escolares da cidade de Goiânia. Todavia, quando do seu término, espera-se que essa investigação possa contribuir para responder parte dos questionamentos que ainda fazem os professores de bandas escolares no que tange o ensino musical de forma coletiva.


Palavras-chave


educação musical; ensino coletivo; banda marcial; escola de tempo integral

Texto Completo:

PDF

Referências


Alves, M. E. (2011). Aplicabilidade do ensino coletivo em música no Curso Técnico de Música do IFG, Relatório de Pesquisa. Goiânia, Brasil: PROAPP.

Alves, M. E. (2003). Os instrumentos de metal no choro n° 10 de Villa-Lobos: uma visão analítico-interpretativa (Dissertação de mestrado). Escola de Música e Artes Cênicas - Universidade Federal de Goiás, Goiânia,Go, Brasil

Amorim, H. M.(2014). Bandas de Música: espaço de formação profissional. São Paulo, Brasil: Scortecci.

Barbosa, J. (2004). Da Capo: método elementar para ensino coletivo e/ou individual de instrumentos de banda. São Paulo, Brasil: Musical.

Barbosa, J. (2010). Da Capo Criatividade: método elementar para ensino coletivo e/ou individual de instrumentos de banda. São Paulo, Brasil: Musical.

Bennett, R.(1970). A philosophy of music education. New Jersey, USA: Prentice-Hall.

Cavaliere, A. M. (2007). Tempo de escola e qualidade da educação pública. Cedes, 28(100), 10-17.

Cruvinel, F. M. (2003). Efeitos do ensino coletivo na iniciação instrumental de cordas: A educação musical como meio de transformação social (Dissertação de mestrado). Escola de Música e Artes Cênicas - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO, Brasil.

Cruvinel, F. M. (2005). Educação musical e transformação social: uma experiência com ensino coletivo de cordas. Goiânia, GO, Brasil: ICBC.

Dantas, T. O Ensino Coletivo de instrumentos de cordas friccionadas em Salvador-Ba: cenário comparativo entre os anos de 2007 e 2009. (2010). Anais do Encontro Regional da ABEM Nordeste, Natal, RN, Brasil, 9.

Kandler, M. A. & Figueiredo, S.L. F.(2010). Bandas de música: um levantamento sobre as pesquisas no Brasil em cursos de Pós-Graduação stricto sensu entre 1983 e 2009. Anais do Congresso Nacional da Associação Brasileira de Educação Musical. Goiânia, GO, Brasil, 19.

Martins, J. A. O. (2013). O método Da Capo: banda de música educação sociologia e pontos de convergência. Alagoas, Brasil.

Moll, J. & Leclerc, G.F.E (2013). Diversidade e tempo integral: a garantia dos direitos sociais. Retratos da Escola, 7, 291-304.

Mota, Graça.(2009). Crescer nas bandas filarmônicas: um estudo sobre a construção da identidade musical de jovens portugueses. Lisboa, Portugal: Afrontamento.

Nascimento M. A. T. (2003). A banda de música como formadora de músicos profissionais, com ênfase nos clarinetistas profissionais do Rio de Janeiro (Monografia de graduação). UNIRIO, Rio de Janeiro, Brasil.

Nascimento, M. A. T. (2006). O ensino coletivo de instrumentos musicais na banda de música. Anais da da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música, Brasília, DF, Brasil, 14.

Reily, S.A; Brucher, Kate (Org). (2013). The Brass Bands of the World: Militarism, Colonial Legacies, and Local Music Making. Aldershot: Ashgate

Rodrigues, L. (2009). Coreto paulista: I Festival de bandas em Serra Negra, o que foi e o que nos ensinou o evento. Anais do Seminário de música do Museu da Inconfidência-bandas de música, Ouro Preto, MG, Brasil:1

Sousa, A. N.(2015). Ansiedade na preparação da performance no ensino de instrumentos de banda (Dissertação de Mestrado ). Escola de Música e Artes Cênicas - Universidade Federal de Goiás, Goiânia, GO, Brasil.

Sulpicio, C. A. S.; Guglielmetti; E. D. M. Sulpicio.(2011). O ensino musical brasileiro voltado ás bandas: reflexões e críticas. Anais do Congresso da Associação Nacional de Pesquisa e Pós- Graduação em Música, Uberlândia, MG, Brasil,4.

Tourinho, A. C. G. S. Aspectos atuais do ensino de instrumentos musicais no Brasil: Pesquisas e novas tecnologias. In: M. A. Toledo e A. A. Stervinou (Orgs.). Educação musical no Brasil e no mundo: reflexões e ressonâncias, Fortaleza, Brasil: UFCE. pp.165-178.








Copyright (c) 2018 Music for and by children

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.