A pesquisa qualitativa e o uso de CAQDAS na análise textual: levantamento de uma década

Marlubia Corrêa de Paula, Lori Viali, Gleny Terezinha Duro Guimarães

Resumo


Este artigo apresenta a ampliação de um trabalho apresentado ao 5º CIAIQ (Congresso Ibero-Americado em Investigação Qualitativa), que analisou o resultado de uma busca realizada nos portais PBTD/IBCT com o objetivo de verificar quais os CAQDAS (Computer Assisted Qualitative Data Analysis Software) têm sido utilizados como recursos para agilizar e aprofundar as análises textuais realizadas em pesquisas qualitativas, na última década. Quanto aos aspectos metodológicos, trata-se de um estudo de cunho qualitativo, bibliográfico e documental, conforme Minayo(2013). Para a apresentação dos trinta e um trabalhos selecionados (28 dissertações, 3 teses), dentre os duzentos encontrados por meio de palavras-chave, foi utilizado o Mapeamento proposto por Biembengut (2008). Conclui-se que predominaram trabalhos na área de educação, no formato de dissertações elaboradas em universidades federais, envolvendo o uso de Atlas.ti, seguido de NVivo. O modo de análise predominante foi a AC (Análise de Conteúdo).

Palavras-chave


CAQDAS; pesquisa qualitativa; educação; análise textual; análise de conteúdo

Texto Completo:

PDF

Referências


Andrade, S. (2015). Uso de drogas e ato infracional: representações sociais de adolescentes em conflito com a lei. Universidade Federal da Paraíba. Recuperado de http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/7641

Azevedo, B. (2011). Minerafórum: um recurso de apoio para análise qualitativa em fóruns de discussão. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Recuperado de http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/49337

Azevedo, D.M de; Costa R.K.S; Miranda Fan de.(2013). Uso do Alceste na análise de dados qualitativos: contribuições na pesquisa em enfermagem. UFPE. Recuperado de http://www.revista.ufpe.br/revistaenfermagem/index.php/revista/article/download/3297/6801

Barry, C. (1998). Choosing qualitative analysis data software: Atlas/ti and nudist compared. Sociological Research Online [On Line], 3(3). Recuperado de http://www.socreonline.org.uk/socreonline/3/3/4.html

Benites, L. (2012). O professor-colaborador no estágio curricular supervisionado em educação física: perfil, papel e potencialidades. Rio Claro: [s.n.]. Recuperado de http://hdl.handle.net/11449/100442

Biembengut, M.S. (2008). Mapeamento na pesquisa educacional. Rio de Janeiro: Ciência Moderna.

Cunha, M. (2004). Relação entre conservação e comercialização de energia elétrica: um estudo sobre representações sociais. Universidade Católica de Brasília. Recuperado de http://www.bdtd.ucb.br/tede/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=920

Drago, L. (2013). Práticas gerenciais da educação permanente em enfermagem em um hospital de ensino. Recuperado de https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/122935

Drass, K.A. (1980). The analysis of qualitative data: a computer program. Urban Life, 9,322-53.

Esteban, M. (2010). Pesquisa qualitativa em educação: fundamentos e tradições. (Cabrera, Miguel Trad.). Porto Alegre: AMGH.

Ferreira, A. (2013). Avaliação dos cadernos didáticos e sua aplicação na prática do docente de biologia no Estado de São Paulo. Universidade de Taubaté. Recuperado de http://www.bdtd.unitau.br/tedesimplificado/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=654

Figueira, T. (2015). Percepções sobre o consumo de frutas e hortaliças entre usuários do Programa Academia da Saúde em Belo Horizonte. FIOCRUZ, Belo Horizonte, MG. Recuperado de http://arca.icict.fiocruz.br/handle/icict/12307

Flausino, M. (2013). Plano decenal: as políticas públicas de esporte e lazer em jogo. Recuperado de http://repositorio.unb.br/handle/10482/13744

Flick, U. (2009). Introdução à pesquisa qualitativa. (3.ed). Porto Alegre: Artmed.

Formenton, Y.(2013). Educação permanente em saúde: representações sociais de enfermeiros da saúde da família. Universidade Federal de São Carlos. Recuperado de http://www.bdtd.ufscar.br/htdocs/tedeSimplificado//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=5965

Gibbs, G. (2009). Começando a trabalhar com análise qualitativa de dados com uso de computador. In G, Gibbs (Ed.). Análise de dados qualitativos: Coleção pesquisa qualitativa, 135-156. Porto Alegre: Artmed.

Gomes da Cruz Neto, G. (2008). Estudos qualitativos para elicitação de requisitos: uma abordagem que integra análise sócio-cultural e modelagem organizacional. Universidade Federal de Pernambuco. Recuperado de http://repositorio.ufpe.br:8080/xmlui/handle/123456789/1306

Kelle, U. (1997). Theory building in qualitative research and computer programs for the management of textual data. Sociological Research Online [On Line], 2(2), Retrieved from http://www.socreonline.org.uk/socreonline/2/2/1.html.

Kelle, U.(1997). Capabilities for theory building & hypothesis testing in software for computer aided qualitative data analysis. Data Archive Bulletin May, (65). Retrieved from https://www.surrey.ac.uk/sociology/research/researchcentres/caqdas/files/kellecapabilities.pdf

Kelle, U.(2007). Análise com auxílio de computador: codificação e indexação. In M. W. Bauer & G, Gaskell (Orgs.) Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático, 393-415. Petrópolis: Vozes.

Lages, M.C & Godoy, A.S. (2011).O uso do computador na análise de dados qualitativos: questões emergentes [edição especial]. RAM – Revista de Administração Mackenzie, 9 (4) 75-98.

Lages, M. C. (2011). O softwares tipo CAQDAS e a sua contribuição para a pesquisa qualitativa em educação. Revista Educação Temática Digital (42-58). Lee, R. M.; Fielding, N. G. (1998). Users’experiences of qualitative data analysis software. In KELLE, U. (Ed.) Computer-aided qualitative data analysis: theory, methods and practices. London: Sage.

Lévy, P. (1998). A inteligência coletiva. São Paulo: Loyola.

Lévy, P. (2008). As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática (Carlos Irineu Costa, Trad.) Rio de Janeiro: Ed. 34.

Lévy, P. (2011). Cibercultura. São Paulo: Ed. 34.

Lewins, A.; Silver, C. (2009). Choosing a CAQDAS package. (6th ed). CAQDAS networking project and qualitative innovations in CAQDAS Project. Retrieved from http://www.surrey.ac.uk/sociology/research/researchcentres/caqdas/PDF/2009ChoosingaCAQDASPackage.pdf

Lima, L. (2015). A influência dos modelos educacionais na construção de valores socioambientais. Universidade Federal de Pernambuco. Recuperado de http://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13993

Mazur, A.(2007). O discurso dos docentes da educação profissional como norteador de uma proposta de educação continuada a distância. Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Recuperado de http://www.biblioteca.pucpr.br/tede//tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1159

Mazzonetto, A. C. (2012). Escolhas alimentares e comportamento de consumo. Florianópolis. Recuperado de http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/UFSC_a5cdd8b5dfc81ec770babb839740b02a

Meirelles, L. (2014). Reputação organizacional e nova institucionalidade do IFBA. Recuperado de http://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/17358

Melani, N. (2013). Tutoria na educação a distância: um estudo sobre a função pedagógica do tutor. Universidade de Brasília. Recuperado de http://repositorio.unb.br/handle/10482/13088

Melo, R (2012). Competências profissionais do professor do ensino superior para lecionar administração, pós-graduação lato sensu, na EAD on line: um estudo em IES da Região Metropolitana do Recife. Universidade Federal de Pernambuco. Recuperado de http://repositorio.ufpe.br:8080/xmlui/handle/123456789/10194

Meneghini, V. (2015). Prática de exergames e exercícios aeróbios. UFSC. Recuperado de https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/136322?show=full

Michels, A. (2014). Do fazer ao compreender no contexto da educação a distância: uso de arquiteturas pedagógicas no processo de empreender. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Recuperado de http://bdtd.ibict.br/vufind/Record/URGS_b31a03bbd52dbff73be6d36aa9daab01/Description#tabnav

Oliveira, A. (2011). Diagnóstico da tuberculose em pessoas idosas: barreiras de acesso. Universidade Federal da Paraíba. Recuperado de http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/5063

Oliveira, F. (2013). Hemera: Sistematizar textualizações, possibilitar narrativas. UNESP. Bauru. Recuperado de http://repositorio.unesp.br/handle/11449/102059

Paula, M.C; Viali, L; Guimarães, G.T.D. (2016). Pesquisa qualitativa como área para um crescente uso de CADQAS na análise textual .In: Actas del 5º Congreso Ibero-Americano en Investigación Cualitativa y del 1st International Symposium on Qualitative Research. Universidade Lusófona do Porto(ULP). Porto. Recuperado de http://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2016/article/view/646

Puebla, C. A. C.(2003). Análisis cualitativo asistido por computadora. Sociologías, (9), 288-313.

Rique, T. (2011). Webqda: uma ferramenta web colaborativa para apoiar a análise qualitativa de dados. Universidade Federal da Paraíba. Recuperado de http://tede.biblioteca.ufpb.br:8080/handle/tede/6053

Rosa, G. (2004). Corpos jovens como superfície de inscrição de textos culturais: recados para a educação escolar. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Recuperado de http://hdl.handle.net/10183/6424

Sales, M. (2012). Docência no ensino superior nas representações sociais de estudantes. Universidade Federal de Pernambuco. Recuperado de http://repositorio.ufpe.br:8080/xmlui/handle/123456789/12873

Santos, D. (2011). Uma pesquisa sobre a influência dos aspectos humanos em programas de melhoria de processo de software. Universidade Federal do Amazonas. Recuperado de http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/2967

Santos, E. (2013). As representações sociais do livro didático por professores de matemática. Universidade Federal de Pernambuco. Recuperado de http://repositorio.ufpe.br:8080/xmlui/handle/123456789/13232

Seidel, J.V.; Clark, J.A. (1984). The ethnograph: a computer program for the analysis of qualitative data. Qualitative Sociology, 7 (1,2), 110-125.

Serikawa, L. (2014). Acreditação e qualidade da educação superior: abrindo a caixa-preta do sistema de acreditação de cursos superiores do Mercosul. Recuperado de http://repositorio.unb.br/handle/10482/15200

Silva, A. (2013). Análise da estratégia pedagógica de pequenos grupos colaborativos online de uma disciplina do curso de pedagogia a distância da Universidade de Brasília. Recuperado de http://repositorio.unb.br/handle/10482/13476

Stake, R. (2011). Pesquisa qualitativa: estudando como as coisas funcionam. (Karla Reis Trad.). Porto Alegre: Penso.

Valente, J.A. (1997). O uso inteligente do computador na educação. Pátio Revista Pedagógica, 1(1) 19-21. Porto Alegre: Artes Médicas Sul.

Wheitzman, E.A. (1999). Analysing qualitative data with computer software [Part II]. HSR: Health Services Research, 34(5) 1241-1263 (December).