Os "nossos" e os "outros": a química nas relações interpessoais

Paulo Ribeiro Claro

Resumo


São cada vez mais frequentes os estudos científicos que procuram identificar a base molecular dos processos dos processos cerebrais. E daí resulta um conhecimento cada vez maior acerca dos compostos químicos que actuam sobre o nosso cérebro e são responsáveis pelos nossos sentimentos e emoções.
Esta comunicação apresenta uma revisão bibliográfica em torno da química das relações interpessoais: quais os “actores químicos” que têm um papel fundamental nos processos neurobiológicos complexos que vão desde o amor romântico e a amizade, até à violência social e a xenofobia, passando pela confiança e o heroísmo.

Palavras-chave


neurotransmissor; hormona; paradoxo da oxitocina; questões éticas

Texto Completo:

PDF