O Triunfo da vontade (Leni Riefenstahl, 1934): Nazismo versus estética cinematográfica

Anabela Dinis Branco de Oliveira

Resumo


O documentário O Triunfo da Vontade, de Leni Riefenstahl (1934) projeta o antagonismo entre o horror de uma doutrina e a essência da arte cinematográfica! Como é que se conjugam a propaganda e a arte, a ideologia e a câmara, o horror e a beleza? Como é que a arte domina no horror e o horror exige a colaboração da arte? Como é que coabitam o poder, a loucura sangrenta e a imanência, a espessura criativa e o percurso estético do cinema? Qual o lado Caim e qual o lado Abel de uma realizadora maldita? Como é a luta entre nazismo e estética cinematográfica? Um percurso através de O Triunfo da Vontade e não só…

Palavras-chave


Leni Riefenstahl; arte; propaganda; cinema; O triunfo da vontade; Olympia

Texto Completo:

PDF