Famílias viajantes, famílias empreendedoras, famílias em pecado mortal: laços familiares e o Novo Mundo português no início dos quinhentos

Virgínia Boechat

Resumo


Este trabalho estuda as imagens de famílias moradoras do chamado Novo Mundo português conforme descritas ou mencionadas pela literatura portuguesa de viagens entre 1500 e 1550. Analisa-se, assim, a caracterização literária de famílias indígenas, famílias de habitantes europeus ali estabelecidas para efeitos de colonização, bem como famílias formadas por habitantes europeus com mulheres ameríndias.

Palavras-chave


literatura de viagens; descobrimentos; colonização portuguesa; alteridade; identidade brasileira; famílias brasileiras

Texto Completo:

PDF