As heresias ou a heterodoxia iluminada

Luís Machado de Abreu

Resumo


As heresias nascem da vontade de saber mais e asseguram aos que as professam o conforto de se sentirem mais próximos da verdade. É este tropismo de aproximação ao esplendor da verdade que, pelo seu próprio movimento, vai gerando afastamento, separação e conflito. Na luta apaixonada pela conquista de mais e melhor saber, a heresia entra em competição com todos os que acreditam estar já na posse da verdade ou, ao menos, muito mais próximos dela. Daí que na experiência herética se manifeste de modo tão compulsivo e frequente a dialética do amor-ódio, campo onde floresce a intolerância. Embora as heresias se tenham imposto historicamente como manifestações de infidelidade a uma ortodoxia religiosa em fase de construção ou já constituída, há uma funcionalidade herética inerente à conjugação do desejo com o poder e o saber na condição humana.

Palavras-chave


heresia; heterodoxia; ortodoxia; verdade; poder; religião

Texto Completo:

PDF