Identidade e alteridade a partir da concepção de personagem em Emmanuel Levinas

Alex Villas Boas

Resumo


O propósito do presente trabalho é apresentar como a manifestação do maravilhoso reflete uma interrupção no curso histórico provocando uma reorientação de sentido, quer seja na percepção da tarefa de pensar como na cultura grega, quer seja na trajetória do desejo à ação, como na literatura bíblica. Para tanto, se propõe aqui uma análise entre a teologia contida na obra homérica e a teologia bíblica, ou seja, a trajetória
entre sensibilidade (pathos) e atitude (diké) na cultura grega, em relação à trajetória entre teshuqah da sabedoria hebraica e a práxis neotestamentária. Tal análise propicia a compreensão do dinamismo existencial presente na literatura bíblica.

Palavras-chave


teologia e literatura; identidade e alteridade; desejo; E. Levinas

Texto Completo:

PDF