Pictogramas e sua Eficácia: dos hieróglifos egípcios aos emoticons

Marcos Alberto Andruchak, Caio Vitoriano Nunes e Carvalho, José Nivaldo Fonseca Júnior

Resumo


A necessidade de se comunicar incentivou ao homem pré-histórico desenvolver técnicas para contar sua história para gerações subsequentes, surgindo, assim, os primeiros sinais representativos do cotidiano. Séculos depois, este processo de reprodução do saber foi sendo aprimorado até chegarmos à escrita moderna. Neste artigo, procuramos nos ater ao conhecimento dos símbolos e à criação de pictogramas e sua eficácia nos vários contextos de aplicação, considerando conceitos da racionalidade e objetividade da filosofia Positivista, postulados por Otto Neurath, idealizador dos pictogramas modernos do sistema Isotype (International System of Typographic Picture Education) e sua aplicação no campo educacional. Ainda, são considerados os processos cognitivos para criação e interpretação, nos quais designers e usuários devem estar imersos nos mesmos repertórios para que a comunicação seja efetivada. O estudo gerou a reflexão sobre a eficácia da comunicação simbólica considerando esses processos, nos motivando a traçar paralelos entre a comunicação atual, através de emoticons com pictogramas e os antigos hieróglifos desenvolvidos pelos egípcios. 


Palavras-chave


pictograma; símbolo; sinalização; emoticon; comunicação

Texto Completo:

PDF

Referências


BORTOLÁS, N. et all. (2013). O Sistema Isotype e a Moderna Estilização Geométrica dos Pictogramas em Interfaces Gráficas Digitais. Revista educação gráfica [on-line] Disponível em: https://www.academia.edu/7077526/O_Sistema_Isotype_e_a_Moderna_Estiliza%C3%A7%C3%A3o_ Geom%C3%A9trica_dos_Pictogramas_em_Interfaces_Gr%C3%A1ficas_Digitais Santa Catarina: p. 1-18. Acesso em 27 maio 2015.

COLORIR GRÁTIS. Disponível em: http://www.colorirgratis.com/desenhos-de-casas-para-colorir. html Acesso em 13 jul. 2015.

DEWAR, R. (1999). Design and evaluation of public information symbols. Visual information for everyday use: design and research perspectives. London: Taylor & Francis.

INTERCOLOR. Disponível em: http://www.intercolor.com.br/loja/placa-banheiro-pvc-17x12cm Acesso em 13 jul. 2015.

MEGGS, P. (2009). História do design gráfico. São Paulo: Cosac Naify.

MUNARI, B. (2006). Design e comunicação visual: contribuição para uma metodologia didática. São Paulo: Martins Fonte.

MUNDO EDUCAÇÃO. Disponível em: http://www.mundoeducacao.com/historiageral/origem-escrita. htm Acesso em 27 maio 2015.

NAVEGA, S. (2005) Técnicas para Representação Computacional de Conhecimento. Infoimagem. [on-line] Disponível em: http://www.intelliwise.com/reports/info2005.pdf, p. 1-17. Acesso em 23 abr. 2015.

RIBEIRO, E. (2010). Um estudo sobre o símbolo, com base na semiótica de Peirce. Estudos semióticos. [on-line] Disponível em: http://www.fflch.usp.br/dl/semiotica/es/eSSe61/2010esse61-esribeiro.pdf. Editores Responsáveis: Francisco E. S. Merçon e Mariana Luz P. de Barros. Volume 6, Número 1, São Paulo: p. 46–53. Acesso em 27 maio 2015.

SATO, S. (2015). Mobilidade, comunicação e consumo: expressões da telefonia celular em angola, brasil e portugal. São Paulo: S. Sato. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/27/27153/ tde-01062015-163806/en.php. Acesso em: 13 jul. 2015.

SANTAELA, L. (2003). O que é semiótica? Coleção Primeiros Passos 103. São Paulo: Editora Brasiliense. Versão PDL (Projeto Democratização da Leitura).

SPINILLO, C. (2012). Aula graphic and cultural aspects of pictograms: an information ergonomics viewpoint.

UPSIGHT. Disponivel em: http://blog.upsight.com/blog/upsight-push-now-supports-emojis Acesso em 13 jul. 2015.

WIKIPEDIA. Disponível em: https://pt.wikipedia.org/wiki/Explosivo Acesso em 13 jul. 2015. WINDOWSTODAY. Disponível em: http://windowstoday.blogspot.com.br/2014/01/skype-emoticons. html Acesso em 13 jul. 2015.