Desenvolvimento de módulo de aprendizagem em UX design – A valorização de metodologias de diagnóstico no desenvolvimento de projeto

José Miguel Gago Silva

Resumo


Surgem novos desafios quando se incentivam os estudantes de design em projeto de design de interface. O atual desenvolvimento hardware, de comportamentos e de consumo exige dos jovens designers novas especialidades, habilitações e competências. O módulo experimental descrito de aprendizagem projetado para a unidade curricular de Sistemas Interativos grau de Licenciatura em Design de Comunicação, na Escola Superior de Artes Aplicadas, Instituto Politécnico de Castelo branco será implementado no primeiro semestre no ano lectivo de 2016/17. O módulo tem a duração de 15 sessões, o projeto de aprendizagem visa o desenvolvimento de um projeto de UX que incidirá sobre o desenvolvimento de um aplicativo dedicado exclusivamente para a plataforma Apple Watch, no módulo de aprendizagem serão aplicadas diferentes metodologias, implementando no fluxo de trabalho a análise de informação, permitindo uma melhor argumentação de projeto e um desenvolvimento mais sólido das propostas desenvolvidas. O módulo de aprendizagem não pretende ser uma receita, mas sim, uma abordagem estratégica para análise de informação qualitativa aplicada no contexto do diagnóstico, nos elementos referentes à estética, funcionalidade e acessibilidade. Esta estratégia pretende promover junto dos alunos a sua capacidade de análise de informação por meio de diferentes ferramentas de imagem, não só ferramentas técnicas, mas também conceptuais. 


Palavras-chave


UX design; acessibilidade visual; diagnostico; módulo de aprendizagem

Texto Completo:

PDF

Referências


ADEY, P., BISSEL, D., HANNAM, K., MERRIMAN, P., & SHELLER, M. (2014). The Routledge handbook of mobilities (p. 509). Routledge.

ADLER, N. S. (1997). International dimensions of organizational behavior. Cincinnati: South-Western College Publishing.

BLUMER, H. (1969). Symbolic interactionism. Englewood Cliffs, N.J.: Prentice-Hall.

HARTWELL, M., Chen, J., SPECTOR, M. and OGILVY, J. (2012). Archetypes in branding. Cincinnati OHIO: HOW Books.

MARK, M., & PEARSON, C. (2001). The Hero and the Outlaw: Building Extraordinary Brands Through the Power of Archetypes. McGraw Hill Professional.

MARTINS, Jose. (2006), A Natureza Emocional da Marca — Construção de Empresas Ricas. Editora Campus, Rio de Janeiro

SCHIFFERSTEIN, H., & HEKKERT, P. (2008). Product experience. San Diego, CA: Elsevier.

VONNEGUT, K. and SIMON, D. (2005). A man without a country. New York: Seven Stories Press