Partilha de conhecimento para disseminar a cultura da inovação e do desenvolvimento tecnológico nas IES: um estudo do ciclo de gestão de conhecimento na Agência de Inovação e nas disciplinas de empreendedorismo da UFSCAR

Cristina Lúcia Janini Lopes, Ana Lúcia Vitale Torkomian

Resumo


As universidades são instituições que, perante a sociedade, possuem o compromisso do desenvolvimento do ensino, da pesquisa e da extensão. Por sua vez, tem total centralidade no processo de criação e transmissão do conhecimento, e desta maneira, contribuem para a disseminação da inovação e do desenvolvimento tecnológico. Para conseguirem tal feito, devem ter políticas e modelos de gestão que contribuam a garantir maior eficiência em seus processos. A gestão do conhecimento aplicada e difundida pelas universidades podem ter fator de promoção para disseminar a cultura empreendedora, agregando o fator de produção com base no conhecimento que é sua matéria-prima. O presente artigo pretende contribuir como uma análise para auxiliar gestores na ampliação de seus processos que visem disseminar a cultura empreendedora como forma de obterem maiores resultados em inovação. Além de demonstrar, que um ambiente empreendedor nas universidades contribui com as demandas e necessidades da região e da sociedade. Sendo assim, este artigo vai aplicar os elementos construtivos propostos por Probst, Raub e Romhardt (2002) na Agência de Inovação e nas disciplinas de empreendedorismo da Universidade Federal de São Carlos-UFSCAR para avaliar o ciclo de conhecimento. Conclui-se que as ações identificadas são definidas como uma forma de gestão do conhecimento, muitas vezes ligadas à estratégia institucional que podem levar melhoria de suas competências organizacionais, fortalecendo a Instituição para que esta obtenha maiores resultados em inovação.

Palavras-chave


educação empreendedora; gestão do conhecimento; inovação e transferência de tecnologia

Texto Completo:

PDF

Referências


Antunes, L.R.M.S. (2008). Reflexões sobre a aplicação da gestão do conhecimento pelas universidades: O caso da Escola de Engenharia da Universidade Federal Fluminense.Dissertação de mestrado, Universidade Federal Fluminense, Niterói.

Baumgarten, M. Conhecimento e sustentabilidade: Ciência, tecnologia e inovação social. Projeto de Iniciação Científica. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2008.

Bukowitz, M.P.L; Cianconi, R.B. Gestão do conhecimento: um olhar sob a perspectiva da Ciência da Informação. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação. Rio de janeiro. ANCIB, 2012

Campos . F. B. Análise da nova gestão do conhecimento: perspectiva para abordagens críticas. Perspectivas em Ciência da Informação, 12(1) 104-122, 2012.

CEN. European Guide to good Practice in Knowledge Management - Part 1 to 5, Brussels. In: Cummings, J.N. Work Groups, Structural Diversity, and Knowledge sharing in a Global Organization Management Science, v.50, n.3, p. 352-364, 2004.

Dagnino, Renato P. A Universidade e a Pesquisa Científica e Tecnológica. Ciência e Cultura, São Paulo, V. 37, n. 7, p. 133-154, Jul. 1987. Suplemento.

Davenport, Thomas H.; PRUSAK, Laurence. Conhecimento empresarial. Rio de Janeiro: campus, 1999.

Davenport, T. H.; PRUSAK, L. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o eu capital intelectual. Rio de Janeiro: Campus, 2003.

Dalkir, K. Knowledge management theory and practice.Boston, MA: MIT Press, 2011.

Figueiredo, Saulo Porfírio. Gestão do conhecimento: estratégias competitivas para a criação e mobilização do conhecimento na empresa: descubra como alavancar e multiplicar o capital intelectual e o conhecimento da organização. Rio de Janeiro: Qualimark, 2005.

Nonaka, Ikujiro, Ichijo, Kazuo e Von Krogh, Georg. Facilitando a criação do conhecimento. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

Nonaka, Ikujiro; Takeuchi, Hirotaka. Criação do conhecimento na empresa: como as empresas japonesas geram a dinâmica de inovação. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

Probst, Gilbert, Raub, Steffen e Romhardt, Kai. Gestão do conhecimento. Os elementos construtivos do sucesso. São Paulo, 2002.

Senge, Peter. A quinta disciplina. São Paulo: Editora Best Seller, 1990.

Sveiby, Karl Erik. A nova riqueza das organizações: gerenciando e avaliando o patrimônio de conhecimento. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

Terra, José Cláudio Cyrineu. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. São Paulo: Negócio Editora, 2000.

Terra, José Cláudio Cyrineu et al. Gestão do Conhecimento na Administração Pública.Disponível em: . Acesso em: 19 jul. 2017.