Efeitos de alterações ambientais em populações de invertebrados: uma abordagem prática

Cláudia Loureiro, Fernando Gonçalves, Maria Arminda Pedrosa, Joana Luísa Pereira, Sara Cristina Antunes, Bruno Branco Castro

Resumo


Mudanças climáticas podem alterar a dinâmica de ecossistemas e, sendo um problema que atualmente motiva preocupações, tem integrado agendas internacionais, designadamente no âmbito das Nações Unidas e da União Europeia. Numa perspetiva de Educação para Desenvolvimento Sustentável (EDS), importa promover o desenvolvimento de competências necessárias à compreensão de dimensões sociais e económicas de mudanças ambientais globais, em particular as relacionadas com comportamentos quotidianos necessários para implementar estratégias de resolução ou mitigação de problemas ambientais. Neste texto apresentam-se e discutem-se atividades realizadas com alunos do Ensino Secundário, no âmbito do programa de Ocupação Científica de Jovens nas Férias 2010, em se procurou envolvê-los na aprendizagem de conceitos estruturantes em Biologia, abordando problemas globais atuais, associados a alterações climáticas (e.g. salinização de lagoas costeiras de água doce e aumento de temperatura). As atividades práticas realizadas incluíram um design experimental: duas espécies de cladóceros de água doce (Daphnia longispina e Daphnia magna) foram sujeitas a agentes de stress abióticos – salinidade e temperatura. Verificou-se que a salinidade, em conjunto com a temperatura, pode causar perturbações em populações das espécies de cladóceros estudadas e, consequentemente, alterar a sua função na regulação das teias tróficas, e.g. num lago, comprometendo todo o ecossistema. Com base na observação dos desempenhos dos alunos e na análise das suas respostas a um questionário de avaliação, verificou-se que as atividades práticas realizadas fomentaram o desenvolvimento de competências necessárias para tratar e interpretar dados, assim como para estabelecer relações entre os resultados obtidos e problemas ambientais.


Palavras-chave


alterações climáticas; salinidade; temperatura; Daphnia longispina; Daphnia magna; educação científica

Texto Completo:

PDF