Uma Hermenêutica sobre a Compreensão da Investigação Matemática na Educação Matemática Segundo Professores em Formação

Paulo Wichnoski, Tiago Emanuel Klüber

Resumo


O artigo é uma extensão da pesquisa de mestrado de Wichnoski (2016), construída sob a postura fenomenológico-hermenêutica. Naquele momento escrutinaram-se três categorias e uma delas diz sobre os modos de compreender a Investigação Matemática na Educação Matemática. É sobre esta categoria que o presente artigo lança luzes com o objetivo de explicitar, hermeneuticamente, os aspectos que podem ter delineado a compreensão exposta na pesquisa supracitada. Num exercício hermenêutico concluímos que aspectos históricos, pedagógicos e estruturais (no que tange ao programa de formação), a constituição profissional do formador do professor, lacunas existentes na própria teoria de Investigação Matemática e a ausência de uma comunidade consolidada que trate desse tema podem ter influenciado o modo pelo qual a compreensão tem se revelado.


Texto Completo:

PDF


Indagatio Didactica | ISSN: 1647-3582

Indexada em
: CAPES/QUALIS (categoria ENSINO, B2 (2015) || RCAAP
Avaliada com o factor de impacto SJIF 2016 = 5.079


Este trabalho é financiado por Fundos Nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto UID/CED/00194/2013.