Promoção da língua portuguesa: estudos na formação em ensino

Cristina Manuela Sá

Resumo


As nossas vivências como docente do Ensino Superior, orientadora da prática pedagógica supervisionada e investigadora levaram-nos a tomar consciência de problemas decorrentes da imagem da língua portuguesa no mundo atual. Essa questão levanta-se com particular interesse no âmbito da Educação em Português, tendo em conta a influência que a imagem da língua materna veiculada através do seu ensino/aprendizagem pode ter sobre a forma como os cidadãos fazem uso dela na sua práxis social.

Estas considerações levaram-nos à realização de estudos exploratórios (inspirados num estudo-matriz) centrados na identificação de representações de educadores de infância e professores de vários níveis de ensino sobre o valor atual da língua portuguesa. Nesses vários estudos, que concretizámos com a colaboração de outros investigadores, recolhemos dados a partir da aplicação de um questionário (produzido no âmbito do estudo-matriz), que submetemos a análise de conteúdo, complementada por estatística descritiva (frequências absolutas e relativas), sempre que necessário.

Neste texto, comparamos as representações dos três públicos inquiridos e concluímos que são semelhantes (apesar de incluírem profissionais da Educação em formação inicial e já no ativo) e que têm consequências importantes (e, por vezes, negativas) para o ensino/aprendizagem da língua materna, pelo que é urgente agir sobre elas no âmbito da sua formação.

Texto Completo:

PDF


Indexada em: CAPES/QUALIS (categoria ENSINO, B2 (2015) || RCAAP 

Avaliada com o factor de impacto SJIF 2016 = 5.079


FCT Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores