Técnica de espelhamento nas aulas de prática laboratorial no ensino de Enfermagem

Helena Felizardo, Ana Filipa Cardoso

Resumo


A técnica de espelhamento é uma estratégia pedagógica aplicada em contexto clínico com reconhecidos contributos no processo de ensino e aprendizagem de Enfermagem. A sua adaptação às aulas de prática laboratorial, antecipando a aprendizagem clínica em ambiente controlado de simulação, constitui-se um valor acrescentado para a aprendizagem dos estudantes. Tendo como objetivo conhecer os contributos que os estudantes identificam pelo recurso à técnica de espelhamento em contexto de aula prática laboratorial, desenvolveu-se um estudo descritivo de abordagem qualitativa, com catorze estudantes do 1º ano da unidade curricular de Fundamentos e Procedimentos de Enfermagem II. Na adaptação da técnica de espelhamento a estas aulas, manteve-se a díade reflexiva no treino do procedimento técnico previsto, acrescentando observadores não participantes. Cada estudante assumiu os diferentes papéis, promovendo rotatividade dos mesmos. No final da aula aplicámos um questionário elaborado para este estudo. Foi realizada a avaliação da informação com recurso à análise de conteúdo. Os estudantes aderiram à estratégia, percebendo-se motivados e envolvidos no seu processo de aprendizagem. Os pontos fortes identificados foram: feedback pelos pares, observar os pares, autoavaliação, escutar o par e a entreajuda. Os pontos menos fortes foram: pressão sentida pela observação dos pares, a possibilidade de “ferir” susceptibilidades e preparação inadequada dos pares. A autoavaliação e a aprendizagem através do erro foram os contributos mais referidos pelos estudantes. A observação dos pares, novas perspetivas e a evolução do desempenho foram também referidos. A utilização da técnica de espelhamento tem resultados positivos na aprendizagem dos estudantes em contexto de aula prática de laboratório, não só no desenvolvimento de competências técnicas, mas também competências psicossociais.


Texto Completo:

PDF


Indexada em: CAPES/QUALIS (categoria ENSINO, B2 (2015) || RCAAP 

Avaliada com o factor de impacto SJIF 2016 = 5.079


FCT Departamento de Educação e Psicologia da Universidade de Aveiro Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores