Educação para a cidadania global e intercompreensão: reflexões em torno de um projeto desenvolvido no 1.º ciclo do ensino básico

Francisco Parrança da Silva, Ana Isabel Andrade

Resumo


O presente artigo apresenta os resultados de um projeto de educação para a cidadania global desenvolvido em torno da ideia de intercompreensão, projeto esse realizado com crianças de uma turma do 2.ª ano, numa escola do 1.º Ciclo do Ensino Básico da região de Aveiro (Portugal). Trata-se de um estudo de tipo investigação‑ação que teve como grande finalidade procurar compreender qual o lugar da intercompreensão na educação para a cidadania global de crianças a frequentar os primeiros anos de escolaridade. Para tal, foram desenvolvidas sete sessões ao longo de três semanas que permitiram recolher um conjunto alargado de dados, posteriormente submetidos a análise de conteúdo. Com os dados recolhidos, primeiramente analisaram-se as representações iniciais que as crianças participantes possuíam sobre o Eu, o Outro e o Mundo, para, de seguida, se analisar a forma como estas se alteraram com o decorrer do projeto. Os resultados evidenciam uma transformação das representações das crianças sobre o Eu, o Outro e o Mundo, indiciando a construção de uma nova visão do seu papel enquanto cidadãs globais, onde a intercompreensão se percebe como finalidade a atingir e competência necessária a processos de educação para a cidadania global de crianças em idade escolar.


Texto Completo:

PDF


Indagatio Didactica | ISSN: 1647-3582

Indexada em
: CAPES/QUALIS (categoria ENSINO, B2 (2015) || RCAAP
Avaliada com o factor de impacto SJIF 2016 = 5.079


Este trabalho é financiado por Fundos Nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto UID/CED/00194/2013.